segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

A todo o vapor

Caros visitantes do blog, gostaria de me desculpar por não comentar, nos últimos dias, os fatos recentes e quentes desta provinciana cidade. Este blogueiro que vos fala teve dias difíceis, mas nada que, com a tranqüilidade e confiança em Deus, não pudessem ser superados.

A semana começou fervilhando. Nesta segunda-feira (29), pela manhã, donos de empreiteiras e funcionários fizeram manifestação em frente à prefeitura municipal de Montes Claros. Cobram os atrasados de dezembro. Até a PM esteve no local para garantir a passividade do protesto. %Tratores e caminhões permaneciam, durante à tarde, na porta do Paço.

A cena foi considerada um tanto quanto atípica, se analisarmos os acontecimentos dos últimos quatro anos. A última manifestação que transformou a porta da prefeitura em “cenário de guerra” foi promovida pela aprovação do projeto de meio-passe estudantil, que deixou estudantes feridos e assustados.

Xu Medeiros/O Norte/Arquivo


No lamentável episódio, a PM usou até bombas de gás de efeito moral contra os estudantes. O movimento ocupou espaço na imprensa do estado. Mas o final da história não foi tão triste assim. “Entre mortos e feridos, todos se salvaram”. O projeto acabou sendo aprovado pelo executivo municipal e os estudantes, agora, podem pagar menos pela passagem municipal.

----------------

Equipe de 2009 - O prefeito eleito de Montes Claros, Tadeu Leite (PMDB), anunciou na última sexta-feira os nomes de peso que vão compor as secretarias durante os próximos 4 anos no seu governo.

Alguns são desconhecidos, outros nem tanto.

Na apresentação dos nomes, Tadeu Leite informou, de forma exaustiva, que os nomes foram escolhidos pela capacidade técnica e não por “camaradagem”. A expectativa dos fiéis eleitores de Tadeu é que ele faça uma boa gestão.

As grandes obras também são aguardadas.

---------------

Por falar em obras – quem não tem mania de grandeza que atire a primeira pedra - sugiro ao prefeito eleito a construção de um “Pequi”, fruto típico do Cerrado, gigante na entrada da cidade. Bocaiúva, antes tida como Distrito de Moc, já saiu na frente.




A pacata cidade do ministro do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias (PT), acaba de ganhar um presente de fim de ano: um Cristo Redentor com proporções idênticas aos do Cristo da cidade da beleza e do caos, Rio de Janeiro.

Como jornalista, prefiro não emitir palpites sobre o local apropriado para o estabelecimento da belezura, mas sugiro que o monumento, se for construído, ocupe lugar onde muitas pessoas possam vê-lo: na entrada da cidade. Que loucura!
------------

Em tempo

Abaixo a lista dos primeiros secretários municipais escolhidos por Tadeu Leite
Rubens Santana/Gazeta

Cultura - Ildeu de Jesus Lopes
Desenvolvimento e Tecnologia - Edgar Santos Filho
Educação - Marina Ribeiro Queiróz
Fazenda - Pedro Narciso
Gabinete - Éder de Oliveira Martins Júnior
Governo - Sérgio Luis Amaral Ferreira
Meio Ambiente - Aramis Mameluque Mota
Saúde - José Geraldo de Freitas Drumond
Serviços urbanos - João Ferro

2 comentários:

Samuel Veloso disse...

Olá Librelon!

Excelente resumo sobre os ultimos fatos ocorridos em Montes Claros. O seu blog é muito rico em informações.

Parabens!

Samuel Veloso,
administrador
_______________
email: adm.samuel@hotmail.com
blog: www.AdministreSeuDinheiro.blogspot.com

Fábio Lima disse...

Caro Jornalista Andrey Librelon,
Passo férias na cidade Maravilhosa onde a chuva não permitiu ir a praia. Relato fato ocorrido no último final de semana em Montes Claros onde a SAÚDE continua a ser tratada de forma de desrespeitosa e dirigida por irresponsáveis. No sábado, 03/01/09 meu filho foi atacado por cachorro e buscamos atendimento no Hospital Aroldo Tourinho e HU, todos SEM médicos de plantão e chegando ao cúmulo de no HU os funcionários do atendimento elaborarem cartaz com informações sobre a falta de médicos. Fomos atendidos na Santa Casa(após horas de espera) e para onde se dirigiram todos as pessoas com problemas de saúde buscando atendimento. O médico diagnosticando o caso do meu filho o encaminhou para o HU (local de controle de zoonoses) onde deveria ser acompanhado. Voltamos no HU para ouvir que sem médico de plantão não seria possivel
a aplicação do medicamento. Hoje, no Rio, dia 05 de janeiro, fora do meu domicílio, o meu filho foi atendido em 15 minutos, no Hospital Rocha Maia, e medicado.VIVA O RI0 E OS MEDICOS, PROFISSIONAIS COMPETENTES E RESPONSÁVEIS QUE ESTÃO EM SEUS POSTOS DE TRABLAHO.